Fugir do vermelho e manter a organização de finanças mensais em dia fica mais fácil quando as despesas são mantidas na ponta do lápis. Por isso, não se deve deixar de anotar todas as metas, receitas e despesas.

Pode ser em um bloquinho, site, aplicativo ou na Planilha de Controle Financeiro da Taperinha. Assim, um futuro mais planejado surge, e os 5 erros que levam a uma vida financeira pouco saudável são evitados:

1 – Não saber exatamente pra onde vai o dinheiro

Anotar todo e qualquer gasto é fundamental! Guardar os comprovantes de pagamentos (eventuais ou fixos) e mantê-los organizados é uma prática que auxilia na hora de registrar as despesas diárias e saber o destino de cada centavo. Pra isso, existem vários aplicativos pra controle de gastos e nós já comentamos sobre eles aqui.

2 – Não inserir todos os membros da família na organização de finanças mensais

Crianças, pré-adolescentes, adolescentes, adultos e idosos. Todos são de suma importância na hora de estabelecer e esclarecer prioridades, definir limites de gastos imprevistos (como o café depois da aula ou o convite pra ir ao cinema de última hora) ou guardar dinheiro. A reeducação financeira começa a gerar resultados somente quando todos estão empenhados e cientes dos gastos.

3 – Não somar as rendas

Ter em mente todas as rendas líquidas que compõem o orçamento familiar é primordial. Visualizar as condições mensais de cada membro facilita o controle e evita que o mês comece apertado. Além disso, muitas pessoas não têm a exata noção das despesas e gasta muito mais do que deveria, comprometendo a organização de finanças mensais e dificultado o realinhamento dos gastos. Uma forma fácil de somar a renda de toda a família é a Planilha de Controle Financeiro da Taperinha. Nela, todos os ganhos são elencados e as saídas podem ser distribuídas detalhadamente.

4 – Deixar a poupança pra depois

Adiar a poupança é um costume supercomum quando se pretende começar a economizar pra alcançar determinada meta. Deixar pra economizar “mais tarde”, “quando der”, “na hora que as coisas aliviarem” ou “quando entrar o 13º” é o menos indicado! O ideal é sempre reservar uma (grande ou pequena) parte da renda. Dessa forma, adquire-se o hábito de transferir, mensalmente, um valor da conta corrente pra poupança.

5 – Cortar todas as despesas ao mesmo tempo

Nada de ser 8 ou 80 na hora de economizar e organizar finanças mensais! Cortar os gastos ao extremo e privar a família de fazer o que gosta é um dos fatores que fazem com que a economia dure pouco. O ideal é sempre pesquisar o melhor preço antes de comprar (mas não deixar de adquirir o que é preciso) e ficar atento aos gastos desnecessários.

Siga as dicas e baixe nossa Planilha de Controle Financeiro pra manter tudo sempre em ordem! Assim, será possível visualizar a situação, observar do que se pode abrir mão e saber o que realmente é necessário gastar pra aproveitar a vida do melhor jeito.

Se você tiver alguma dúvida, envie pra taperinha@taperinha.com.br que nós esclarecemos ou comente abaixo uma outra sugestão pra evitar a desordem no orçamento!