Todos nós temos a vontade ou necessidade de sair da casa dos pais um dia. Pode ser por causa do trabalho, estudo, casamento ou apenas pela tão desejada independência. Porém, quando nos deparamos com essa situação, muitas dúvidas vem à cabeça e, talvez, a principal delas seja “devo morar sozinho ou dividir apartamento?”. Nessa hora, é preciso refletir muito até ter certeza de que escolheu a melhor opção. Refletir sobre um possível arrependimento, pensar se dá pra arcar com as responsabilidades e, principalmente, colocar no papel os prós e os contras.

Morar sozinho ou dividir?

Compra dos móveis e eletrodomésticos

Mobiliar a casa é sempre um grande gasto. Então, no caso de já possuir os móveis e eletrodomésticos, morar sozinho vale a pena. Já pra quem quer se mudar, mas está com as mãos abanando, é superválido elencar o que é mais urgente e indispensável à sobrevivência. Nessa hora, cada morador pode ficar responsável pela compra da alguma coisa. E os itens mais dispensáveis podem ser comprados aos pouquinhos.

Divisão das tarefas

Quem é organizado e gosta das coisas sempre no lugar deve escolher alguém muito parecido caso pretenda dividir um lar. E pra que tudo fique justo pra todos, o ideal é fazer uma planilha de organização. Nela, deve constar o que cada morador é responsável em determinado dia. Há também a alternativa de contratar um auxiliar de limpeza. Mas, independente de morar sozinho ou dividir um imóvel, é necessário conferir se o serviço extra condiz com o orçamento.

Análise do orçamento

Pra quem é mais reservado ou tem dificuldades de conviver com opiniões diferentes, a melhor opção é morar sozinho. Só assim é possível ter total liberdade pra usufruir do espaço sem qualquer preocupação com outra pessoa. Porém, em primeiro lugar, é importante lembrar de que as responsabilidades da casa não poderão ser divididas. Então aluguel, condomínio, água, luz, internet, reparos, etc. sairão somente de um bolso. Quem quer economizar, a vantagem é, nesse caso, dividir um imóvel e ter com quem contar na hora de rachar tantas despesas.

Controle de gastos

Dividir apartamento é morar em comunidade. A convivência é diária e acaba se tornando, praticamente, um casamento – porém com mais regras e impessoalidade. Por isso é importante ter atenção redobrada na hora de fazer novas despesas e anotar tudo pra não perder o controle. Pensando nisso, criamos um jeito simples e fácil pra ajudar no controle e na divisão dos gastos: a Tabela de Controle e Divisão de Gastos Taperinha. Por meio dela, quem escolhe morar sozinho ou dividir um cantinho pode visualizar o que é gasto e dividir as despesas do imóvel por igual. Também dá pra conferir e manter sempre em ordem as despesas em supermercado, móveis, eletrodomésticos, serviços, condomínio, luz, água, aluguel, etc. Além disso, tem lugar pra inserir todas as receitas do mês: salário, saldo do mês anterior e ganhos com alugueis, por exemplo. Baixe agora mesmo!

morar sozinho ou dividir

 

Pra quem vai morar sozinho ou dividir um imóvel, existem aplicativos que também ajudam a anotar todas as metas, receitas e despesas. Afinal, quando as despesas são controladas e mantidas na ponta do lápis, é muito mais fácil fugir do vermelho, não cometer erros comuns na organização de finanças e conquistar um futuro mais planejado.

 

morar sozinho ou dividir

 

Visualizar os prós e os contras de morar sozinho ou dividir imóvel ajudou você a decidir? Então compartilhe essas dicas com os amigos! Afinal ninguém está livre de passar por uma situação assim, né? Qualquer dúvida, envie pra gente pelos comentários ou no e-mail taperinha@taperinha.com.br.