Nosso Manual do Locatário foi produzido totalmente baseado em nossas décadas de experiência no mercado imobiliário e na Lei do Inquilinato. Nele, colocamos todas as dicas necessárias pra responder dúvidas de locadores e locatários sobre o início, o andamento e a finalização da locação de imóvel através da Taperinha.

Manual do locatário

Manual do Locatário Taperinha – Parte 1

Pra quem tem dúvidas a respeito da parte inicial da locação, ou seja, a que envolve o recebimento das chaves, a mudança, a conta de luz, a papelada da vistoria e a ocupação do imóvel, estas dicas são um prato cheio! Confira.

1. Chaves e mudança

Ao receber as chaves do imóvel locado, é necessário verificar os procedimentos pra realizar a mudança, pois em determinados prédios ou condomínios ela só pode ser efetuada de acordo com as regras estabelecidas. Dessa forma, o ideal é comunicar o síndico ou a administradora sobre as condições, verificando horários e dias da semana autorizados pra efetuar a mudança, bem como os procedimentos adequados.

2. Conta de luz

De posse do contrato de locação e da vistoria devolvidos pela imobiliária e do documento de identidade, o próximo passo é procurar a concessionária de energia elétrica pra fazer a mudança de titularidade e/ou nova ligação de energia que deverá estar no nome do novo locatário. Esse procedimento também pode ser realizado diretamente no site da concessionária RGE Sul, na opção Troca de Titularidade.

3. Ocupação do imóvel

Ao realizar a ocupação do imóvel, recomendamos que o locatário realize alguns procedimentos, como a troca dos segredos das fechaduras externas e a verificação dos registros de água, da chave geral de energia, da voltagem da rede elétrica, das tomadas, das válvulas de descarga, das fechaduras, das torneiras e dos chuveiros.

4. Vistoria do imóvel

Junto com as chaves, o locatário recebe o Termo de Vistoria, documento que detalha as condições em que o imóvel se encontra, bem como seus acessórios. Ao final da locação, uma nova vistoria é realizada, e o imóvel deverá estar nas mesmas condições ou melhores do que as descritas no laudo inicial.

Ao realizar a vistoria, também fotografamos todos os ambientes e acessórios do imóvel locado, facilitando, assim, qualquer dúvida posterior. No entanto, se alguma discordância for encontrada, deve ser relatada por escrito na forma de adendo de vistoria na própria imobiliária e assinada pelo locatário do imóvel. Esse terá o prazo de 10 dias após o recebimento das chaves pra contestar o documento de vistoria. Então não dá pra perder tempo.


Deu pra dar uma clareada em tudo que a locação envolve antes do locatário se acomodar de fato no novo endereço? Mas se ainda restou alguma dúvida, clique aqui e faça o download pra conferir o Manual do Locatário na íntegra ou envie um e-mail pra taperinha@taperinha.com.br.