O investimento em imóveis é um dos mais tradicionais no Brasil. E com as recentes quedas dos juros, investir em imóveis para alugar pode ser uma opção mais rentável que aplicações em renda fixa, por exemplo. Em comparação com o dinheiro na poupança então, nem se fala.

Investir em imóveis

Mas o que considerar ao investir em imóveis para aluguel?

Um dos principais fatores que influenciam no retorno do investimento é a localização. Imóveis bem localizados, perto de comércio, banco, supermercado, escola, universidade etc., costumam ser mais procurados. Nesses, você tem menos chance de ficar um longo tempo sem inquilino, arcando com as contas do imóvel, como IPTU e condomínio.

 

Outro ponto-chave é a qualidade do imóvel e do edifício (se a escolha for por apartamento). Em edifícios mais novos, a necessidade de reparos tende a ser menor, mas o custo do imóvel geralmente também é mais elevado. Por outro lado, imóveis antigos costumam ter peças maiores e preços menores, mas podem precisar de algum reparo.

 

Com relação ao tamanho, é importante pensar no perfil de inquilino que você tem em mente. Assim, imóveis maiores são ideais para famílias grandes. Outros menores podem ser ótimos para quem mora sozinho, casais ou estudantes, por exemplo. Nesse sentido, os apartamentos pequenos estão cada vez mais comuns. E com um preço menor, o proprietário investidor consegue adquirir uma maior quantidade de bens.

 

Além de tudo isso, condomínio barato e vaga de garagem também ajudam a ter mais liquidez na locação. E o valor do aluguel é corrigido anualmente pelo IGP-M, o que ajuda o seu rendimento a não ser corroído pela inflação.

No E agora, Raquel? também já falamos sobre esse assunto:

___________________________

Ficou com alguma dúvida e quer saber mais? Fale com a gente. E se você já investe ou quer começar a investir em imóveis, temos ótimas opções em imóveis para quem busca gerar renda com locação. É só chamar.