Quem investiu em um bem pra alugar, sabe, melhor do que ninguém, que imóvel parado é dinheiro que não entra. E além de não poder contar com a grana extra da locação todo mês, tem os pepinos das taxas de condomínio e de IPTU que dificultam, consideravelmente, o rápido retorno do alto valor investido.
Por isso, na hora de um aperto desses, saber como alugar um imóvel rápido pode ser a chave pra fechar um bom negócio e ver a placa de “aluga-se” indo de mala e cuida pra outro endereço.

Como alugar um imóvel rápido?

Como alugar um imóvel rápido

Muitas imobiliárias com muitas opções, crise financeira no país, prováveis locadores cada vez mais exigentes e a dificuldade pra encontrar fiador de imóveis são alguns dos motivos que podem estar adiando o momento de glória dos proprietários. Por isso, dar atenção aos reparos, pensar quando é um bom momento pra anunciar, ter cuidado com o que será fotografado e definir um preço compatível com o imóvel são pontos superimportantes que quem quer saber como alugar imóvel rápido não pode deixar de conhecer.

1. Mantenha o imóvel conservado

Quem está em busca de um endereço pra alugar, sonha com muito mais do que somente um teto pra morar. Sonha com o lugar que vai ser a primeira casa a dois, a casa que vai receber os filhos ou o apê que é perto de tudo e vai facilitar a ida até a aula, por exemplo. Então, investir em reparos, apresentar tudo limpo, gastar um tempinho cortando a grama e tirando a sujeira da piscina valoriza um imóvel em muitos porcento.

2. Seja estratégico

Definir o momento ideal pra iniciar e reforçar o anúncio é uma excelente estratégia pra encontrar logo um novo inquilino. Normalmente, os meses de dezembro, janeiro, fevereiro e março são os que mais movimentam as locações, pois os estudantes e funcionários transferidos de cidade precisam correr atrás de um lugar pra morar antes que o ano comece de fato.

3. Cuide das fotos anunciadas

Invertendo o ditado, o que os olhos veem, o coração sente, sim! Por isso, é imprescindível separar o que deve aparecer nas fotos anunciadas do que pode ficar escondidinho. Principalmente no caso de um imóvel que está ocupado, mas em breve ficará disponível, porta-retratos com fotos pessoais, itens de higiene, materiais de limpeza, calçados e roupas são alguns dos objetos que podem desvalorizar as fotos, dando a impressão de bagunça, além de expor os atuais moradores.

4. Seja justo no preço

Imóveis com valor de aluguel incompatível com a realidade do mercado ou com a qualidade do que é oferecido tendem a ficar parados. E desconhecemos proprietários queiram isso, viu?
Pra definir o preço ideal da locação, a melhor opção e contratar um profissional adequado pra definir um preço que agrade todos: um aluguel bom pro locatário e suficiente pro locador.

5. Tenha flexibilidade nas garantias

Pra quem precisa locar mais do que de pressa, seja proprietário ou inquilino, receber ou oferecer alternativas de garantias locatícias vai facilitar todo o processo. E nós já comentamos sobre os principais tipos de garantias de locação no E agora, Raquel?. Assista e conheça!

6. Conte com uma imobiliária

Assim como quem quer vender um imóvel rápido, quem aluga pode pensar que contratar uma imobiliária significa perda de tempo e de dinheiro. No entanto, contar com o auxílio de uma empresa especializada em negociações imobiliárias, que conhece todas as tarifas do setor e é preparada pra providenciar um bom contrato vai oferecer muito mais segurança durante a negociação e evitar futuros problemas.


Com tantas possibilidades e facilidades disponíveis pra quem está em busca de um endereço pra locar, ter em mente essas dicas de como alugar um imóvel rápido é uma forma de ganhar destaque no meio de tantas opções.

Vamos colocar isso em prática juntos!? Então conheça todos os nossos diferenciais de locação e anuncie aqui na Taperinha!