2019 está cada vez mais próximo e este é o momento de confraternizar pra agradecer por mais um ano que se foi. Então nada melhor do que uma festa pra comemorar, né? Acontece que a tranquilidade de alguns, infelizmente, pode acabar virando o terror de outros.
Se você mora em condomínio, sabe muito o que isso quer dizer, pois quem fica em casa geralmente gosta de receber a família e os amigos. E é aí que pode surgir a primeira preocupação: a bagunça, o som alto e os convidados incomodarem o vizinho ou o barulho de vizinho atrapalhar os convidados.

Barulho de vizinho

Barulho de vizinho

O barulho é um dos principais motivos de reclamação em condomínios e um desafio e tanto para os síndicos e porteiros de plantão. Seja de festas, obras, ruídos dentro dos apartamentos ou da bagunça da criançada em horários proibidos. Além disso, podem sobrar queixas até para os bares e prédios da redondeza. Mas como agir em uma situação assim? A dica é sempre a mesma: bom senso e diálogo.

Pra quem mora em condomínio e pretende realizar festas de Natal e Ano Novo, uma excelente ideia é deixar uma lista com o nome de cada convidado na portaria. Dessa forma, os procedimentos de segurança serão feitos da forma correta. Além disso, como todo bom anfitrião, ao invés de cuidar somente o barulho de vizinho, é preciso ficar atento ao barulho excessivo dos próprios amigos, orientando todos a maneirar na bagunça e, principalmente, a não transitar pelo condomínio.


Não deixe que a preocupação interrompa seu descanso. Se você estiver decidido a ficar em casa nas festas de fim de ano, use sempre o bom senso. Mas caso ainda não tenha um destino certo e viajar seja uma opção, confira como deixar a casa sozinha e segura nas férias e evitar incômodos durante o passeio.

Já teve algum problema de barulho de vizinho durante as festas de fim de ano? Deixe seu comentário e conte pra gente o que você fez pra resolver!